CF IGNIS 2018
Tenho de ficar em tua casa!

 

A Filomena, a Marta e a Rafaela, foram as jovens que este ano se arriscaram a registar
o que ficou de mais um Campo de Férias IGNIS...
Acompanhar as suas palavras engrandece-nos o coração e impele-nos a deixarmos sempre Jesus na nossa casa!

 

 

filomena

Filomena Brito | 20 anos | Paços de Ferreira

"Tenho de ficar em tua casa" foi a frase que acompanhou o post que tantas vezes vi, mas que pensava não ser para mim... Era o convite para o campo de Férias das irmãs da Aliança de Santa Maria, convite esse, que pela sua força continuou a ressoar no íntimo da minha casa. Em cima da hora, o que não parecia ser para mim revelou urgência em me encontrar e aceitei o desafio.

Foi assim que me tornei numa das 25 raparigas que se juntaram durante uma semana, numa casa junto ao mar, vindas de todo o país, com idades e histórias diferentes, prontas a subir a escadaria do Amor, prontas a se encontrarem e serem encontradas por Aquele que mais nos quer, Aquele que nos quer inteiros e entregues, santos e livres, que nos quer com Ele. A cada dia e a cada degrau não só a visão mudava como também descobríamos "o que nos aumentava o coração".

Foi o Campo de férias… Um tempo onde se criaram novos laços e fortaleceram amizades; um tempo recheado de alegria, com muitos risos e diversão, muitas perguntas e respostas; foi um tempo para parar, falar e escutar com atenção, para rezar e contemplar, para partir o frasco com tudo o que tinha e deixá-lo encher de Amor; foi um tempo de escolhas e decisões assentes em rochas e, por mais assustador que parecesse, foi tempo de assinar "o contrato" em branco e com coragem assumir o compromisso da entrega; até tempo para sonos santos houve. (Quem não quer uma semana assim?)

Foi o Campo de Férias... Engano-me na conjugação verbal, a semana está no passado é verdade, mas o campo nunca esteve tão presente. O campo prolonga-se e dura em nós. É impossível esquecer ou apagar o que gravado ficou, a semente lançada espera ansiosamente dar fruto, no campo diário em que vivemos, com todos os cenários diversos e personagens variadas que a vida nos apresenta. Que o campo dure "o dia todo e a noite inteira" e se prolongue na eternidade! 

 

44032305732_1a492b24a4_z

Ana Marta Serra | 25 anos | Lisboa

"Na tua casa porque te quero santo, inteiro, livre e entregue."

"Tenho de ficar em tua casa" é o convite que serve de tema ao campo de férias 2018. Fomos desafiadas a acolhe-Lo em nossa casa, mas foi Ele quem nos recebeu todos os dias, com tanto amor!

Fui chamada a parar, a dar espaço e tempo ao que realmente importa, a respirar... e depois, Deus levou-nos a voar. Voámos juntos, numa semana que encontra tempo para tudo, sobretudo para amar (e sentir-me amada).

O cansaço físico das noites (não) dormidas, não impediu de sentir a alegria interior que transbordava em cada momento... arrisco dizer, nunca ter tido uma semana tão alegre quanto esta! Do acordar ao deitar, somos inundadas por este espírito contagiante, mas que respeita cada tempo, cada espaço e momento de oração. São dias que nos fazem contemplar as coisas mais simples e relembrar que são as mais belas!

Também as irmãs nos acolheram em sua casa, não só fisica mas sobretudo do coração! Os seus pés que anunciam a paz, o coração e olhar de Mãe (e com ela) fazem-nos sentir em casa, numa semana que é pensada e preparada ao pormenor. Não cabe em mim o agradecimento que lhes tenho por estes dias!

Consciente de que o campo começa "agora", assim, torna-se mais fácil caminhar... juntos!

Acredito que, para qualquer uma de nós, o campo de férias é o (re)começo do caminho e a certeza de que não estamos nem vamos sozinhas.... vamos juntas, e "p'ro ano havemos de cá voltar"!

 

rafaela

Rafaela Oliveira | 17 anos | Santa Maria da Feira

 

De 22 a 28 de Julho, em São Pedro de Moel, aconteceu mais um Campo de Férias organizado pelas Irmãs da Aliança de Santa Maria! Foi o meu terceiro campo, no entanto vivi-o como se fosse o primeiro. Durante esta semana, que foi diferente de todas as outras, Jesus convidou-nos a deixa-l’O ficar em nossa casa, com tudo o que isso implica. Isto é, Jesus quis-nos com Ele, quis-nos livremente entregues e inteiros para assim conseguirmos alcançar a santidade.

Foram dias cheios, com momentos de oração e meditação, a sós ou partilhada! Falamos de muitos temas, mas todos nos levaram à proposta de Jesus: deixá-lO ficar em nossa casa. Houve também tempo de ouvir os temas das irmãs, que nos ajudaram a refletir sobre o modo como temos vivido a nossa vida e a perceber como podemos ser mais e melhores. Percebemos que Ele nos chama a uma maior coerência connosco próprias e com os outros, chama-nos a darmo-nos cada vez mais, sem reservas!  
Houve também tempo para jogos e atividades feitas com muita alegria e espírito de entreajuda e, ainda, tempo de longas conversas que, enquanto esperávamos que viesse o sono, nos permitiram conhecermos umas às outras e também criar fortes laços de amizade.

Foi uma experiência incrível, onde houve espaço para tudo, para rir, brincar, rezar, estar em silêncio e também para chorar na hora da despedida :). Foi um forte encontro com Ele, um verdadeiro trampolim para subir as escadas até Ele. Resta-nos agora, a cada uma de nós acolher este amor infinito e com as nossas ações e maneira de viver, sermos uma página viva do Evangelho.

 

 

 

Ver fotos: 

Álbum Campo de Férias IGNIS