Peregrinação a Santiago de Compostela
VIVER TODAS AS COISAS COMO NOVAS

 

Na manhã do dia 12 de abril de 2016, pela primeira vez, partiram de Valença do Minho, um grupo de irmãs da Aliança de Santa Maria, acompanhadas por um sacerdote da Ordem dos Frades Menores Conventuais, Frei Pedro Perdigão, rumo a Santiago de Compostela.

"Uma experiência
que vestiu a figura 
do peregrino

____________________________________ 


Uma experiência que vestiu a figura do peregrino, daquele que "sem bolsa, nem alforge, nem sandália" (Lc 10, 4) se adentra na vida de quem passa pelo caminho e traz consigo a ocasião de viver todas as coisas como novas coisas, mas também a experiência do discípulo que segue no caminho, o único Caminho que é Jesus Cristo.

Um caminho que se mostrou como prefiguração do êxodo que exige um não retorno, mas que se espraia na normalidade de dias comuns e sempre iguais como luz e esperança, embebendo todas as situações de amor. Um caminho marcado pela chuva, um êxodo em autêntica unidade; um caminho marcado pelos pés cansados, um êxodo em esmera atenção; um caminho marcado pela dor e fadiga, um êxodo em fraterna caridade. Muito mais que dar passos, o caminho foi o "dia novo" que, num êxodo orante, aconteceu em cada amanhecer pronunciando-se palavras de confiança: "Seja o que for, será bom, é tudo".


_____________________________

"...o único Caminho 
que é Jesus Cristo
 

______________________

 

  • Liliana Reis, asm
  • 17 de abril de 2016

Ver fotos: Álbum Peregrinação a Santiago de Compostela 2016