Irmãs Oblatas de Maria Virgem de Fátima
Fátima, caminho para o Mistério de Deus

 

Exercícios espirituais em Fátima no Centenário: Graça e Misericórdia
1917 - 2017: Centenário das aparições da Virgem em Fátima.

O Ano Jubilar de Fátima foi verdadeiramente extraordinário para os milhões de peregrinos de todo o mundo que acorreram a Fátima para gozar da Indulgência: um Dom de "Graça e Misericórdia" de Deus. Nos desígnios de misericórdia do Pai brilha, portanto, hoje o evento do Centenário, como um sinal luminoso da Presença de Deus na história contemporânea, que quer que "todas as graças passem através do Imaculado Coração de Maria", alcançando cada homem.

Se, neste Ano Jubilar, a experiência de milhões de fiéis foi tão rica em "graça e misericórdia", mais foi para nós, Irmãs Oblatas da Maria Virgem de Fátima, que, no evento de "Fátima", identificamos a atualização de um elemento da dimensão mariana do nosso Carisma e da nossa Missão de Evangelização, ao serviço da salvação dos homens de todos os tempos.

O Carisma de um Instituto, como Dom do Espírito Santo, é dom inesgotável e dinâmico; é, portanto, o mesmo Espírito que guia os consagrados a aprofundar e desenvolver um carisma, para que possa expressar toda a riqueza espiritual e apostólica nele contida. Este foi o nosso caminho para "Fátima". Na verdade, durante muito tempo, os estudos pré-capitulares aprofundaram e desenvolveram esta dimensão.

“Nós, Oblatas de Nossa Senhora de Fátima, sentimos a urgência da palavra salvadora de Jesus: "Convertei-vos e acreditai no Evangelho" (Mc 1:15); Na "mensagem" da Virgem de Fátima, reconhecemos um chamamento cuidadoso e maternal da Mãe de Deus para essas palavras do Senhor.
Ela solicita a salvação eterna da humanidade, dirige a palavra aos homens de todo o mundo para que acolham a verdade do Evangelho e rejeitem, em suas vidas, tudo o que mina as bases da salvação.
Em plena comunhão com a Igreja, respondemos a este apelo da Mãe de Deus com o testemunho da vida e da ação apostólica”. ( Cost. Art. 3.2)

 

 

O Carisma de Fátima, Dom do Espírito para o nosso Instituto

O Espírito Santo, neste Ano Jubilar, nos guiou, individual e comunitariamente, ao acolhimento da riqueza espiritual que oferece “Fátima”.

Em 2016-2017, duas foram as escolhas concretas da parte das superioras do Instituto, que nos permitiram e favoreceram a renovação espiritual e o impulso para a santidade de todas nós Irmãs Oblatas:

1) A escolha de celebrar o 4º Capítulo Geral em Fátima, em novembro de 2016, o Ano da Misericórdia.

Fátima, qual lugar de "fonte" e "inspiração" da peculiaridade mariana (o Instituto nasceu no Santuário NS de Fátima em San Vittorino - Roma em 1978) foi o ambiente "espiritual" propício, o terreno fértil em que a boa semente, irrigada pelo Espírito e abençoada pela presença de Maria Santíssima, trouxe bons frutos de fidelidade ao Carisma e ao desenvolvimento das obras de misericórdia espirituais, próprias da nossa missão.

2) A decisão de organizar no ano 2017 os exercícios espirituais anuais em Fátima para todas as Irmãs do Instituto.

À luz dos frutos de graça do evento capitular, a nossa Superiora Geral escolheu dar a todas as Irmãs do Instituto a oportunidade (presente em 16 comunidades na Itália e no mundo) de viver em Fátima o Jubileu e fazer, neste lugar, o curso dos exercícios espirituais anuais para que cada irmã se renovasse espiritualmente na vocação Oblata, através dum clima de silêncio, de oração, de fé que ali se respira. Esta escolha formativa "qualificada" certamente exigiu a todas as comunidades um compromisso económico não indiferente, e ao mesmo tempo alguns sacrifícios, mas o entusiasmo com que todas as irmãs acolheram a proposta e a Providência de Deus, que nunca faltou, tornou possível esta oportunidade especial!

Certamente, a escolha foi facilitada para nós graças à presença da nossa comunidade em Fátima, que abriu, com generosidade incrível, não só as portas da nossa casa, mas sobretudo o coração, disponibilizando, pelas irmãs em exercícios, o próprio tempo, as próprias energias e até mesmo os seus próprios espaços! As irmãs oblatas que trabalham em Fátima testemunharam-nos com a vida como se encarna a mensagem e a espiritualidade de Fátima.

Todas as Irmãs do Instituto foram distribuídas em 8 turnos de exercícios espirituais, planeados de abril até a novembro!

Os exercícios espirituais: a meditar e viver Fátima

A nossa Superiora Geral pediu à Ir. Ângela de Fátima Coelho, religiosa das Irmãs da Aliança de Santa Maria, ex postuladora da causa de canonização de Francisco e Jacinta Marto e vice-postuladora da Causa de Beatificação da Ir. Lúcia, para nos guiar no aprofundamento da espiritualidade de Fátima, qual caminho de santidade, na fidelidade dinâmica às nossas vidas consagradas.

Estávamos certas de que Ir. Ângela nos ofereceria não só um conhecimento profundo do acontecimento de Fátima e a compreensão da espiritualidade dos Pastorinhos, mas certamente compartilharia connosco o seu testemunho de “mulher consagrada” num instituto religioso que, há vários anos, vive e espalha a Mensagem de Fátima em Portugal e no Mundo.

Então, a Ir. Ângela, com a generosidade que lhe própria, acolheu o pedido deste ministério espiritual e foi uma excelente mediação da qual o Espírito Santo se serviu para nos fazer penetrar nos "desígnios de Misericórdia de Deus”; graças à sua paixão pela Mensagem de Fátima, à competência teológica e espiritual e à sua experiência de religiosa fiel a Cristo e à Igreja.

O curso dos exercícios espirituais teve uma duração de nove dias, e foi organizado e dividido em vários tempos para permitir às Irmãs Oblatas, não só de "meditar" sobre o evento "Fátima" e sobre o caminho de santificação traçado pelos Pastorinhos, mas, acima de tudo, para "viver Fátima” nas suas celebrações.

Cada turno proporcionou dois dias durante os quais visitamos os “lugares testemunhas” do evento e dos acontecimentos históricos dos pastorinhos.
A contemplação aos lugares, renovou o impulso à nossa vocação como Oblatas; cada Oblatas sentiu dirigido o apelo do Anjo e da Virgem: "Oferecei constantemente orações e sacrifícios "; "Quereis oferecer-vos a Deus?". Todas nós juntamos a nossa resposta à dos Pastorinhos: "Sim, queremos".

Fátima, escola de santidade

Após esta “imersão" na experiência mística e profética de Fátima, os três dias seguintes foram inteiramente confiados à meditação /reflexão propostas pela Ir. Ângela que, com grande entusiasmo e profissionalidade nos confirmou a nossa compreensão da espiritualidade de Fátima e as suas peculiaridades em relação ao nosso carisma.

Meditando sobre o tema: "A dimensão Oblativa em Francisco, Jacinta e Lúcia: associação ao sacrifício de Cristo e participação no Mistério Pascal para a salvação dos nossos Irmãos e Irmãs", foi evidente como a oração, a intimidade com Deus, a experiência do seu amor, levou as três crianças a assumir a salvação dos "pobres pecadores" através da oração incansável e da entrega heróica da existência; a oblação qual "apelo constitutivo" do evento de Fátima e do nosso carisma revelou-nos o rosto de um "Deus em busca" de corações compassivos e generosos, capazes de partilhar com Ele a paixão pela eterna salvação de cada homem. Maria em Fátima introduz os videntes no Coração da Trindade; a reflexão sobre a "Centralidade do Mistério Trinitário e a Espiritualidade Eucarística na Mensagem de Fátima" fez-nos compreender que "o silêncio e a interioridade", são as palavras mais eloquentes da mensagem de Fátima: somente o silêncio nos leva e nos introduz no coração e nos desígnios de Deus que é " tão ofendido pelos pecados dos homens". Os ensinamentos do Anjo mais uma vez, nos entregaram a adoração como a única resposta adequada diante de Deus que se revela. A adoração "para louvar, interceder, reparar" (Cost. Art. 52.2).

Enfim, a meditação sobre a "Espiritualidade do Coração Imaculado de Maria, Mãe e Sócia do Redentor" permitiu-nos interiorizar na oração a experiência espiritual de Maria Santíssima e participar da sua experiência de Deus. Contemplando-a "com o coração na mão, espalhando no mundo aquela grande luz que é Deus" Francisco e Jacinta foram introduzidos na missão do Imaculado Coração de Maria e o seu Coração foi para eles o Santuário do encontro com Deus.

O Espírito Santo, durante os dias dos Exercícios, convidou-nos fortemente a entrar na experiência espiritual de Maria e fazer do "Fiat" o centro orientador das nossas vidas, para que a nossa existência se torne o "lugar" onde o homem pode encontrar o Senhor.

 

"Tu ficarás ainda aqui, para espalhar a Devoção ao Imaculado Coração de Maria no mundo"

A graça dos exercícios espirituais renovou nos corações de cada irmã Oblata a gratidão ao Senhor por ter recebido uma vocação tão bonita e atual que nos compromete a "sentir a urgência do apelo evangélico à conversão e a responder aos apelos da Mãe de Deus com o testemunho da vida e da ação apostólica " (Cost. artigo 3.2).

Cada uma de nós, sentiu fortemente a responsabilidade agora confiada nas nossas pobres mãos, ou seja, viver Fátima no nosso tempo, fazer ressoar em todo o mundo, o apelo evangélico " convertei-vos e acreditai no Evangelho" (Mc 1,15).


Os Santos Francisco e Jacinta são "as duas candeias amigas" que iluminam o caminho da Igreja contemporânea; possa agora o nosso coração oblato "em saída" para com os nossos irmãos e irmãs ser uma pequena chama que ilumina e aquece todos os homens.

Juntamo-nos ao cumprimento dos agradecimentos dos bispos de Portugal:

 

"No centenário das aparições da Virgem Maria em Fátima,
   queremos agradecer a Deus para nos permitir de viver este evento
     que nos enche de alegria e reafirma a atualidade da sua mensagem
      para revigorar  a nossa fé e o nosso compromisso na evangelização ".
(Carta Pastoral do Centenário)

                                                                      

 

Irmãs Oblatas de Maria Virgem de Fátima da Itália