Vigília da Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria
Dedicação da Capela | Comunidade Pastorinhos

Na Casa de Formação da Aliança de Santa Maria, em Fátima, no passado dia 7 de dezembro,
Vigília da Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria, viveram-se momentos de grande
alegria com a Dedicação da Capela, numa celebração presidida por Sua Eminência Reverendíssima,
Senhor D. António Marto.

DSCN9762

Na homilia, referindo-se à Imaculada Conceição, o Sr. D. António levantava a questão sobre o que
nos atrai nela, qual será o seu poder de atração. Respondendo que é o facto de que, levantando o
olhar para o seu rosto de Mãe, "Imaculada toda bela, reconhecemos nela a ternura e o sorriso de
Deus, o espelho puro da graça, da luz, da beleza Deus, a beleza daquele amor que nos salva, que
nos deixa, como a Ela, maravilhados!"

A beleza de Deus, que nos maravilha, é também a beleza de uma celebração, é a beleza de um
espaço que se torna sua morada. Uma Capela tem, sem dúvida, uma dimensão funcional, serve
para as celebrações litúrgicas e momentos de oração, mas, para além disto, é símbolo da Igreja de
pedras vivas que nela se reúne. Assim, a celebração da Dedicação da Capela e do Altar é uma
celebração que está pensada à imagem 
da iniciação cristã. 

        DSCN9825_red - cpia

Três grandes momentos vivemos nesta celebração: um primeiro que evocou o Batismo, com a bênção
e aspersão da água; um segundo momento que evocou a Confirmação, com a unção do altar com o
óleo do crisma, o que nos conduziu e introduziu na Eucaristia, o terceiro momento deste rito.

A partir deste momento, o sacrário acolheu e guardou o Corpo do Senhor, acendendo-se a lâmpada,
que assinalará sempre a presença do Senhor na Hóstia consagrada.

A adoração, durante todo o dia e uma noite por semana, será a "grande marca" desta capela, adoração
que prolonga e prepara a celebração da Eucaristia, o encontro com o Esposo. Sendo a capela símbolo da
Igreja de pedras vivas, será sempre toda a Igreja que permanecerá diante do Senhor Sacramentado,
será toda a Humanidade que, em cada uma das aliadas em adoração, permanecerá sob o olhar do Bom
Pastor que continuamente Se entrega ao Pai por cada pessoa em particular. 

Com os Santos Francisco e Jacinta Marto, Patronos desta capela, desejamos que a presença do Senhor,
como Aquela Luz que, a 13 de maio de 1917, saía das mãos de Nossa Senhora, nos faça vermo-nos a nós
mesmos em Deus e Deus em nós, e possamos, como eles, compreender Quem é Deus, como nos ama e
como quer ser amado! (Cf. Memórias da Ir. Lúcia)

 

Alianca

Natália Rocha, asm

 

Ver mais fotos:
Álbum Fotos Dedicação Capela