Um caminho em grupo

GRUPOS DE LEIGOS 


CRUZADA NACIONAL DO TERÇO

_________________________________________ 

CruzadaTerco

A Cruzada Nacional do Terço surgiu em 1975 a partir de um esforço das primeiras irmãs por reunirem o maior número de pessoas que conseguissem para que rezassem o terço diariamente em Reparação ao Coração Imaculado de Maria. Os anos de 1974 e 1975 foram de especial agitação em terras portuguesas uma vez que terminava o regime político do Estado Novo e iniciava-se um período de incerteza quanto ao regime que seria instituído, do qual dependia o futuro da nação. Era possível que surgisse de novo um regime profundamente anti-clerical pelo que as irmãs, imitando o que já tinha sucedido na Áustria, pretenderam reunir um milhão de terços reparadores para que fossem oferecidos a Nossa Senhora no dia 25 de Novembro de 1975. O objetivo foi cumprido e, a partir daí manteve-se o movimento. A Cruzada Nacional do Terço implica uma primeira inscrição e assumir o compromisso de rezar diariamente pelo menos um terço com a intenção de Reparar o Coração Imaculado de Maria, segundo o espírito da Mensagem de Nossa Senhora em Fátima.

  

ALIADOS REPARADORES
_________________________________________ 

CoracaoMaria

Os Aliados Reparadores são leigos ligados espiritualmente à Congregação que, mantendo o estilo de vida laical nos seus contextos familiares e laborais, assumem um compromisso de oração mais intensa e um estilo de vida marcado pela Reparação. Trata-se de um grupo mais exigente e menos numeroso com o qual a Congregação conta como suporte orante de todo o apostolado dos outros grupos e de toda a Congregação. 

 

LUZEIROS DE SANTA MARIA
_________________________________________

 

Os Luzeiros de Santa Maria são um movimento de leigos, fundado em 1979, como resposta ao desejo de fazer surgir, entre os leigos, espaços de vivência de uma espiritualidade semelhante à da Congregação. Os membros do movimento são, portanto, chamados a responder à vocação à santidade própria da sua condição de batizados, assumindo ativamente a missão evangelizadora da Igreja e vivendo-a à luz da Mensagem de Fátima. Isto traduz-se num esforço quotidiano por dar testemunho de uma fé viva que se alimenta na vida sacramental, na oração pessoal, familiar e comunitária e na prática do amor fraterno pelos irmãos, especialmente os que mais sofrem.

O movimento encontra-se organizado em pequenos grupos de pessoas da mesma paróquia ou localidade, constituídos com a autorização e bênção do bispo da diocese e párocos respectivos. Cada encontro de Luzeiro é realizado de forma semanal, quinzenal ou até mensal (de acordo com as características do grupo) e segue uma estrutura própria baseada principalmente na Palavra de Deus e na oração do Rosário.

Atualmente existem grupos de Luzeiros em várias dioceses em Portugal e também nos Estados Unidos da América.